Ex-prefeito é processado por nomear ex-mulher como ‘fantasma’ para pagar pensão na PB

Por Júnior Viriato 07/06/2018 - 00:10 hs

Ministério Público da Paraíba (MPPB) ajuizou, nesta terça-feira (05), uma ação civil pública por atos de improbidade administrativa contra Rosinaldo Lucena Mendes, ex-gestor da Prefeitura de Pilõezinhos, e contra Francely Ferreira Alves.

A Promotoria de Justiça de Guarabira apurou, em inquérito civil público, que ela foi nomeada para um cargo em comissão e que recebia remuneração sem a contrapartida da prestação do serviço, ou seja, era uma ‘servidora fantasma