Bebê de Conceição que estava internado com calazar não resiste e morre em Campina Grande

Por Júnior Viriato 15/02/2018 - 13:20 hs

O bebê de Conceição, Emanoel Diniz Martins,  2 anos, que estava com uma doença denominada calazar, não resistiu e veio a óbito nesta quarta-feira (14).

Ele estava internado  no Hospital Universitário de Campina Grande, fazendo tratamento de leishmaniose (calazar), uma doença crônica, causada por parasitas flagelados do gênero Leishmania (protozoário), da família Trypanosomatidae, chamados de "leishmania". A morte da criança foi confirmada pela mãe, durante uma postagem na sua página numa rede social. 

Quando os pais, Genildo Martins de Moraes e Maria Rosileide Vicente Diniz, descobriram a doença começou o drama da família. No início, a criança foi internada por várias vezes no Hospital e Maternidade Caçula Leite, na cidade de Conceição até ser submetida a exames, depois que os médicos desconfiaram das frequentes entradas da criança na unidade hospitalar e ela não apresentava melhoras no seu quadro clínico.

A angústia e o sofrimento da família mobilizaram toda a população da cidade de Conceição, que se uniu entorno do problema, durante uma campanha que arrecadou ajuda para a família. 

O corpo será transferido  para a cidade de Conceição, onde será velado e sepultado.