Presídio reserva cela e prepara chegada de Lula

Por Júnior Viriato 13/02/2018 - 12:44 hs

Departamento Penitenciário do Paraná determina o local onde Lula passará algum tempo. O Complexo Médico Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), já está se preparando para a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No final de março, há a possibilidade dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4° Região (TRF-4) decretarem a prisão do petista. De acordo com a revista IstoÉ, os preparativos já estão sendo feitos e a cela onde Lula ficará já está reservada.

A reportagem aponta que o Presídio contém 697 presos e 11 são condenados da Operação Lava Jato. Em uma visita ao Complexo Médico Penal, a IstoÉ descreveu como é o ambiente em que Lula provavelmente vai estar.

Já está definido até mesmo o esquema de segurança e a rotina na cadeia.

Lula terá a companhia de alguns políticos que já estiveram em contato com ele e em alguns casos, já foram até seus amigos. Ao líder do PT foi reservada uma cela da galeria 6 do Complexo. Estão nesse local cumprindo pena alguns condenados da Lava Jato como o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, o ex-deputado federal Eduardo Cunha e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

A cela tem 12 metros e capacidade para três presos. O vaso sanitário fica no chão e não existe praticamente privacidade nenhuma. Para tomar água, existe um tanque com torneira. Os agentes garantem que a água é potável, mas, segundo o artigo, se Lula exagerar no consumo, a água pode ser cortada.

Regras da prisão
A reportagem explica detalhes da vida do preso no complexo e alerta que Lula terá diversas dificuldades.

De acordo com o artigo, o tanque que serve para beber água também servirá para o preso lavar as cuecas e meias. Não terá visita íntima e familiares só podem aparecer no local devidamente cadastrados.

Os advogados dos detentos podem falar com seus clientes vários momentos durante o dia, mas apenas por interfone e protegidos com um vidro quase que inquebrável.

Grande cerco
Caso o ex-presidente tenha a prisão decretada, no dia em que ele for para o presídio será feito um forte esquema de segurança. A Polícia Militar irá fazer um grande cerco em volta do complexo para evitar que defensores do petista se aproximem. Serão usadas tropas armadas, fechamento aéreo e se caso o local demonstrar insegurança mesmo assim, Lula irá para um quartel da PM em Curitiba.

Uma equipe da Polícia Federal está sendo treinada para conduzir o ex-presidente com o máximo de segurança para a cadeia. Um dos objetivos impostos pela Justiça é que Lula não seja algemado e nem levado de camburão. Os advogados do petista poderão ser informados para que leve o seu cliente até um local mais seguro antes de ir direto à penitenciária